• Os textos dessa série são baseados no livro “Missão Transformadora”, escrito por David Bosch em 1991. O autor estuda o significado de missão através da história e defende que as mudanças do mundo recente em diversas áreas trazem inquietações e transformações também para a perspectiva da missão. Bosch lista e argumenta sobre elementos da missão que, conectados uns com os outros, precisam ser consideradas para que esta permaneça fiel à sua verdadeira natureza. O nosso estudo é realizado a partir de 9 desses elementos.

Quando falamos em missão, quando imaginamos pessoas indo a outros países, pessoas pregando, pessoas testemunhando do amor de Deus, nos sentimos como parte destes, ou como responsáveis como estes? Nós somos missionários?

O que é ser um missionário? Tem a ver com alguma vocação específica? É um chamado para alguns cristãos a quem Deus deu dons especiais?

Um dos principais resgates que Lutero fez à teologia bíblia foi a sua famosa compreensão do “sacerdócio geral de todos os crentes” de que, através de Cristo e sua obra de salvação em sua morte e ressurreição, todos os que creem são sacerdotes. Isso quer dizer que não necessitam de nenhum outro mediador para chegar a Deus, que não o próprio Cristo. Isso implica que, na comunidade dos crentes, não há um que seja maior que o outro, mas todos estão na mesma condição, de justificados por Deus na obra de Cristo.

Dessa mesma forma, o chamado à missão não foi dado somente a alguns cristãos, mas a todos, assim como o Espírito Santo veio a todos (Atos 2.4) em pentecostes, e não somente a alguns. Cada cristão é convocado a ser missionário, onde quer que esteja! Não é o missionário ou o pastor que carregam essa função preciosa de levar a mensagem do Evangelho enquanto os outros cristãos ficam apenas na torcida.

Aqueles que são ordenados pela igreja ao ministério tem então exatamente entre as suas funções a de relembrar e encorajar o cristão em seu sacerdócio:

“O sacerdócio do ministério ordenado deve possibilitar, e não remover, o sacerdócio da igreja inteira (Lesslie Newbigin)” ¹

Não é que cada cristão deva abandonar a sua vida atual e se mudar para outra realidade para ser missionário (embora Deus chame muitos a isso), mas que cada cristão está em missão dentro da realidade da sua vida, do emprego, do estudo e da família, sendo nesses lugares um missionário.

“não significa que os leigos devam ser treinados para tornar-se ‘minipastores’. Seu ministério […] é oferecido na forma da vida contínua da comunidade cristã, em lojas, vilas, fazendas, cidades, salas de aula, lares, escritórios de advocacia, em aconselhamento, política, governo e recreação.” ²

Deus nos faz parte do seu povo e sacerdócio real para “anunciar as grandezas daquele que os chamou das trevas para a sua maravilhosa luz” (1 Pedro 2.9)

E você, é um missionário?

“Todo cristão é um missionário ou é um impostor (Charles Spurgeon)”

¹ (BOSCH, 2009, p. 566)

² (BOSCH, 2009, p. 564)

Por Missão Zero

sexta-feira, 14 fevereiro 2020

Mais do ME

Programa Multiplique: desenvolvimento pessoal e vocacional

O Programa inclui testes de personalidade e acompanhamento psicológico, participação no Desperta ONLINE e palestras sobre diversos temas nas áreas pessoal e ministerial.

9 elementos essenciais da missão – 7: Missão como ministério de todo o povo de Deus

O chamado à missão não foi dado somente a alguns cristãos, mas a todos, assim como o Espírito Santo veio a todos (Atos 2.4) em pentecostes, e não somente a alguns. Cada cristão é convocado a ser missionário, onde quer que esteja!

9 elementos essenciais da missão – 6: Missão como contextualização

Quer percebamos ou não, quando escrevemos, falamos, ou nos comunicamos de qualquer forma, tentamos fazer isso de forma contextualizada. Nos comunicamos de um jeito que acreditamos que seja entendível para o outro. Nos comunicamos de forma diferente com uma criança e um idoso.

9 elementos essenciais da missão – 5: Missão como evangelização

O evangelismo é convite! Ele não é o mesmo que estimular os sentimentos de culpa em outras pessoas para que elas se “convertam por medo”. Evangelismo é anunciar um amor que atrai. É um presente que foi dado ao mensageiro que o anuncia a outros.

9 elementos essenciais da missão – 4: Missão como busca por justiça

Diz-se que não adianta dar o alimento espiritual àquele primeiramente sofre de terrível fome física. Ao mesmo tempo, não adianta apenas matar a sede que vai reaparecer e não dar da “água a jorrar para a vida eterna” (João 4.14). Que encontremos em Jesus inspiração e no Espírito Santo capacitação para atendermos às necessidades mais profundas do ser humano!

9 elementos essenciais da missão – 3: Missão como mediação da salvação

A salvação vem do Senhor, diz Jonas 2.9, e ele está fazendo parte dela por meio de nós. Entre o Reino de Deus já presente e que ainda há de se consumar, nos resta apenas uma ordem: envolver-se no ministério da salvação!

9 elementos essenciais da missão – 2: Missão como Missio Dei

A Missão, em primeira ordem, é de Deus. Ele mesmo é que está em missão e é dele o maior interesse na missão. Ele reconcilia o homem consigo e concede a esses que foram perdoados e receberam nova vida o privilégio de fazer parte dessa obra.

9 elementos essenciais da missão – 1:Missão como Igreja com os outros

A igreja não é criadora ou objetivo da missão, mas instrumento dela. Dessa forma, a igreja é missionária em sua essência, pois o seu propósito é fazer parte da missão de Deus no mundo.

2 bons propósitos para 2020

Sempre temos muitos propósitos quando um novo ano se inicia. Alguns deles podem ser emagrecer, fazer exercícios físicos, economizar mais, crescer profissionalmente, viajar mais, passar mais tempo com a família, aprender uma língua e muitas outras coisas.

3 passos para uma noite especial: Passo 3 – Prepare uma pequena mensagem

A mensagem pode ser um breve testemunho de sua vida de fé ou uma breve explicação sobre o real significado do natal. Nesse momento você pode compartilhar que no natal é comemorado o nascimento de Jesus, quando Deus se fez homem para salvar a humanidade, e tudo isso para demonstrar o quanto Deus ama todas as pessoas.

3 passos para uma noite especial: Passo 2 – Reconcilie-se!

Perdoar não é fácil. C.S. Lewis certa vez escreveu que “todos pensam que o perdão é uma linda ideia, até que tenham que perdoar alguém”. Ainda assim, Jesus representa o perdão que nos foi dado sem que nós merecêssemos ou antes que tenhamos pedido. Ele mesmo nos ensina como tornar essa difícil tarefa possível por aquilo que Ele fez por nós!

3 passos para uma noite especial: Passo 1 – Ore!

Queremos ajudar você a preparar essa noite tão especial! E, mais do que isso, gostaríamos de convidar você a tornar essa noite, além de inesquecível, marcante na vida e nos corações das pessoas que estarão com você. Estes passos lhe ajudarão a tornar a mensagem do natal clara para os seus convidados.

#somosME

O Encontrão nasceu como um movimento e quer continuar assim. Para que isso aconteça, a sua participação é essencial. Entre com contato e faça a sua doação.

Newsletter

Assine e fique por dentro de tudo o que acontece no ME.

[egoi-simple-form id="213034"]

Siga-nos

e tenha atualizações regulares, em tempo real.