Algumas gerações foram educadas ou até doutrinadas com a convicção de que “negócios e religião não se misturam”, ou seja: negócios são administrados durante a semana, do meu jeito, da minha forma, e Deus eu busco e adoro nos cultos e encontros aos domingos. Mas será que essa foi a instrução de Deus para nós? Será que Ele separou o sagrado do profano?

“Assim, quer vocês comam, bebam ou façam qualquer coisa, façam tudo para a Glória de Deus” (1 Coríntios 10:31).

A palavra deixa claro que não: tudo é do Senhor e para o Senhor. Mas será tudo mesmo? Até meu dinheiro e o lucro do meu negócio? Deus se importa com isso também? Não basta apenas eu dar o dízimo e está tudo certo? Ou ainda doar cestas básicas, fazer ações sociais? Tudo isso é importante também, mas não é somente disso que estou falando, mas sim de entregarmos as nossas vidas e os nossos negócios para Deus, de caminhar com Ele, de orar e perguntar para Ele qual será o próximo passo, o próximo investimento, ou a próxima contratação.

Você pode até concordar em parte com tudo isso até aqui. Porém, e o seu dinheiro, como é que você tem administrado? E o caixa do seu negócio está separado do seu dinheiro pessoal ou está tudo misturado? Somos mordomos de tudo aquilo que o Senhor confiou a cada um de nós.  Segundo o dicionário Aurélio, mordomo: “É o serviçal encarregado da administração de uma casa ou alguém que cuida do que não é seu”. Cuidar daquilo que não é seu… Que desafio, não é?

“Quem é, pois, o administrador fiel e sensato, a quem seu senhor encarrega dos seus servos, para lhes dar sua porção de alimento no tempo devido? Feliz o servo a quem o seu senhor encontrar fazendo assim quando voltar. Garanto-lhes que ele o encarregará de todos os seus bens. Mas suponham que esse servo diga a si mesmo: ‘Meu senhor se demora a voltar’, e então comece a bater nos servos e nas servas, a comer, a beber e a embriagar-se. O senhor daquele servo virá num dia em que ele não o espera e numa hora que não sabe, e o punirá severamente e lhe dará um lugar com os infiéis”. (Lucas 12: 42-46)

Nesta parábola, Jesus nos deixa claro de que tudo é Dele e para Ele, e isso inclui a administração de nossos bens, do nosso dinheiro, dos nossos negócios e da nossa vida.

Seguindo com a nossa série sobre BaM (Business as Mission) ou “Negócios como Missão”, tudo o que falei até aqui são primícias básicas. A mordomia financeira é um dos pilares de um negócio BaM, pois os negócios são feitos para dar lucro. Isso não é pecado ou algo que Deus não aprova; pelo contrário, Deus deseja que sejamos “prósperos”, que os nossos negócios deem muito lucro para que possamos dar mais empregos, diminuir o impacto social, gerar mais renda tanto para nós quanto para o nosso próximo.

“E chamando dez servos seus, deu-lhes dez minas e disse-lhes: Negociai até que eu venha” (Lucas 19:13)

Portanto, se você já entendeu os demais conceitos e pilares de um negócio BaM, ouso arriscar que esse é um dos mais importantes. Um negócio que não gera lucro, que não é bem administrado e que não tem a mordomia que Jesus nos ensina é um péssimo negócio, que não vai atingir os objetivos, não vai gerar empregos, não vai impactar a sociedade e principalmente não vai ser “usado” com a intenção de proclamar o Evangelho.

*Joelson Sell é diretor de empresa, Coordenador dos Empreendedores Cristãos do Movimento Encontrão, conselheiro do BAM Global Brasil, mentor do Bom Negócio Curitiba Vale do Pinhão, e faz parte da liderança da Comunidade Vivenda em Curitiba/PR

Joelson Sell

Por Missão Zero

quarta-feira, 26 maio 2021
Mais da MZ

Missão em um Parágrafo – Iguatu

Nossa sociedade precisa de mais referenciais da glória e do caráter de Deus. Nossa missão, em Iguatu/CE, é amar, conectar e cuidar de pessoas, refletindo o caráter de Cristo.

ler mais

Missão em um Parágrafo – Caminho

O ministério “Trilhando a Caminho” quer ser uma ponte que liga pessoas e as conecta, enquanto trilha os morros da capital gaúcha.

Missão em um Parágrafo – Iguatu

Nossa sociedade precisa de mais referenciais da glória e do caráter de Deus. Nossa missão, em Iguatu/CE, é amar, conectar e cuidar de pessoas, refletindo o caráter de Cristo.

Missão em um Parágrafo – Treze Tílias

Saiba mais sobre os pequenos grupos, do projeto de plantação de igrejas, em Treze Tílias/SC. É muito bom ver o mover de Deus!

Missão em um Parágrafo – Parnaíba

Saiba um pouco sobre os primeiros cinco meses deste novo projeto de plantação de igrejas em Parnaíba, Piauí.

Deus tem alcançado o povo Bara

Deus tem alcançado o povo Bara de diversas formas. Leia sobre as conversões que aconteceram através de um professor. Ore por esse ministério, pelos missionários e pelo povo Bara.

Newsletter – 1º Trimestre 2022

Seguem notícias do 1º trimestre de 2022: Início de novas turmas no Programa Multiplique, novo projeto de plantação de igrejas em Parnaíba/PI e a Campanha de Ofertas 1 + 1 = Muitos.
Saiba mais!

Retornando para Madagascar

“Quem sabe não foi justamente para uma ocasião como esta que você chegou à posição de rainha?” ‭‭Ester‬ ‭4:14‬

A família Basso voltou para Madagascar.
Nas últimas notícias eles falam sobre a fidelidade no chamado e como sentem-se em casa e felizes pelo retorno.
Também contam sobre a renovação do visto, reuniões, sua chegada na capital, após a passagem de um ciclone, a ajuda para entrega de alguns alimento para as vítimas atingidas, podendo anunciar as boas novas.
Havia a possibilidade de novo ciclone, mas que não foi para a capital, porém destruiu vilas ao Sul.

Clique aqui e leia a carta na íntegra, que está repleta de detalhes!!!

Somente a Graça

Quando a mensagem dos reformadores começou a ecoar no norte do velho continente, homens e mulheres se viram desafiados a lançarem mão de suas estruturas societais como meios salvíficos para retornarem ao centro da simples e poderosa mensagem do Evangelho de Jesus Cristo – a salvação é concedida somente pela graça Divina, por meio da fé em Cristo.

Somente Cristo

A igreja tem a dádiva e a tarefa de zelar para que, em todos os tempos, o nome de Jesus Cristo continue sendo proclamado de como o único nome – somente Cristo – que tem o poder de redimir o mundo todo que “que está debaixo do poder do Maligno” (1 Jo 5.19).

Somente a Escritura

Assim como nossos pesos e medidas dependem de uma medida padrão, todo ensino na igreja precisa ser aferido na Sagrada Escritura. Todo sermão deve ser conferido pelo ensino da Bíblia. O que não está em sintonia com ela, não é palavra de Deus para nós.

Somente a Fé

Só quem experimentou o amor pode falar dele e vivê-lo. Por isso, confiar que Deus nos ama torna-nos testemunhas desse amor. Conhecer e experimentar o amor de Deus nos compromete a fazer o mesmo lá onde nossa vida acontece. Por isso o apóstolo escreve que “Somos embaixadores em nome de Cristo, como se Deus exortasse por meio de nós”.

A Missão Zero terá uma alteração importante na forma de trabalho. Multiplicamos! Contamos agora com uma equipe mais ampla de pessoas muito bem qualificadas no que fazem, e que viverão o ministério covocacionado também na secretaria da MZ. Saiba mais sobre esses Novos Rumos por meio do vídeo e do informativo que preparamos.

#somosME

O Encontrão nasceu como um movimento e quer continuar assim. Para que isso aconteça, a sua participação é essencial. Entre com contato e faça a sua doação.

Newsletter

Assine e fique por dentro de tudo o que acontece no ME.

[egoi-simple-form id="213034"]

Siga-nos

e tenha atualizações regulares, em tempo real.