Hoje inicia-se uma série que conterá cinco textos para o mês de novembro, denominada 5 respostas sobre Teologia Missional – com Michael Goheen”. Começamos com a temática “Igreja missional”. 

O que significa “igreja missional”? O que isso quer dizer para a igreja? Qual a diferença entre uma igreja missional e uma igreja missionária?

Para explicar esses conceitos, Michael Goheen escolhe duas frases sobre o povo de Deus para iniciar seu argumento. Nas palavras dele:

Michael Goheen:

  1. Escolhidos pelo bem do mundo: eu acho que isso é um bom começo, porque fala sobre nós sendo escolhido por Deus. É a missão dEle, e nossa responsabilidade e vocação vem dEle. Nós não somos escolhidos apenas para nós mesmos, nós somos escolhidos pelo bem do mundo.
  2. Abençoado para abençoar: Isto vem de Gênesis 12.2-3, e a palavra “abençoar” tem um senso de “ser restaurado à humanidade plena”, onde o deleite e prosperidade do que significa ser humano é restaurado. Nós somos salvos do pecado e da miséria do mal. Quando somos abençoados, não é apenas para nosso bem, mas para abençoar outros. Esse é o objetivo, no final. Então, não é sobre o lugar onde Deus trabalha e abençoa, mas o canal pelo qual Ele abençoa. Isso resulta em três aspectos de uma igreja missional:
  • Nós somos uma comunidade distinta: isso é, nós entendemos a idolatria cultural dos nossos dias, e nós vivemos vidas que se opõe à essa idolatria, mas que ao mesmo tempo aceitam o bom da nossa cultura e do nosso lugar. Dessa forma, existe uma diferença, porque nós estamos vivendo nessa humanidade plena em meio às nações e em meio à nossa cultura em particular.
  • Nós somos pessoas orientadas para fora e envolvidas em vários tipos de atividades em meio ao mundo: estamos envolvidos em justiça e misericórdia, tentando entender o que significa viver plenamente em nossas vocações, famílias e vizinhanças.
  • Nós temos uma rica vida no mundo: de louvor, oração, leitura das Escrituras. Em outras palavras, essas são as formas pelas quais Deus nutre essa nova vida em Cristo, nos permitindo a experiência da vida do Reino, a vida da ressurreição. É só quando nós somos nutridos que somos capazes de viver o nosso chamado no mundo.

Eu diria que um tipo de rápido resumo do que uma igreja missional é, e como ela se compara à igreja missionária, não é tão importante. A palavra “missional” é nova e foi construída para substituir “missionária”, e as pessoas usam elas de formas diferentes. O que realmente importa é o conteúdo da palavra, o qual eu tenho tentado descrever.

O que isso significa para a congregação local é olhar para essas formas e nutrir a congregação para a vida missionária, procurando formas de se envolver em comunidade e individualmente, sabendo o que significa trabalhar juntos para ser um povo distinto. Então, é respirar uma consciência missionária, um espírito missionário, e olhar para a estrutura da igreja de tal forma que ela possa cumprir o seu chamado missionário.

 *Texto adaptado de entrevista concedida por Goheen em 2017, durante participação no Encontro de Obreiros do Movimento Encontrão. Michael W. Goheen é diretor de educação teológica e pesquisador residente no Missional Training Center, em Phoenix, Arizona, nos Estados Unidos. Ele é autor de diversos livros, entre eles “A Igreja Missional na Bíblia” e “A Missão da Igreja Hoje”.

Por Missão Zero

sexta-feira, 01 novembro 2019

Mais do ME

9 elementos essenciais da missão – 8: Missão como testemunho

9 elementos essenciais da missão – 8: Missão como testemunho

Vivemos um profundo relativismo, onde toda verdade é verdade para aquele que a toma. Nisso, muitas vezes o cristianismo é colocado apenas como uma maneira de ver o mundo, assim como as outras religiões, mas que apenas refletem parte de uma verdade maior ou verdade nenhuma.

ler mais

Chega de Águas Paradas

O Mar Morto é tão saturado de sal que nenhuma criatura consegue sobreviver nele. Por que há diferença entre os dois lagos? O de Genesaré recebe a água do Jordão e as passa adiante. O Mar Morto as recebe também, mas segura cada gota para si. Foi assim que ele se tornou salgado, amargo e hostil a vida.”

9 elementos essenciais da missão – 8: Missão como testemunho

Vivemos um profundo relativismo, onde toda verdade é verdade para aquele que a toma. Nisso, muitas vezes o cristianismo é colocado apenas como uma maneira de ver o mundo, assim como as outras religiões, mas que apenas refletem parte de uma verdade maior ou verdade nenhuma.

Programa Multiplique: desenvolvimento pessoal e vocacional

O Programa inclui testes de personalidade e acompanhamento psicológico, participação no Desperta ONLINE e palestras sobre diversos temas nas áreas pessoal e ministerial.

9 elementos essenciais da missão – 7: Missão como ministério de todo o povo de Deus

O chamado à missão não foi dado somente a alguns cristãos, mas a todos, assim como o Espírito Santo veio a todos (Atos 2.4) em pentecostes, e não somente a alguns. Cada cristão é convocado a ser missionário, onde quer que esteja!

9 elementos essenciais da missão – 6: Missão como contextualização

Quer percebamos ou não, quando escrevemos, falamos, ou nos comunicamos de qualquer forma, tentamos fazer isso de forma contextualizada. Nos comunicamos de um jeito que acreditamos que seja entendível para o outro. Nos comunicamos de forma diferente com uma criança e um idoso.

9 elementos essenciais da missão – 5: Missão como evangelização

O evangelismo é convite! Ele não é o mesmo que estimular os sentimentos de culpa em outras pessoas para que elas se “convertam por medo”. Evangelismo é anunciar um amor que atrai. É um presente que foi dado ao mensageiro que o anuncia a outros.

9 elementos essenciais da missão – 4: Missão como busca por justiça

Diz-se que não adianta dar o alimento espiritual àquele primeiramente sofre de terrível fome física. Ao mesmo tempo, não adianta apenas matar a sede que vai reaparecer e não dar da “água a jorrar para a vida eterna” (João 4.14). Que encontremos em Jesus inspiração e no Espírito Santo capacitação para atendermos às necessidades mais profundas do ser humano!

9 elementos essenciais da missão – 3: Missão como mediação da salvação

A salvação vem do Senhor, diz Jonas 2.9, e ele está fazendo parte dela por meio de nós. Entre o Reino de Deus já presente e que ainda há de se consumar, nos resta apenas uma ordem: envolver-se no ministério da salvação!

9 elementos essenciais da missão – 2: Missão como Missio Dei

A Missão, em primeira ordem, é de Deus. Ele mesmo é que está em missão e é dele o maior interesse na missão. Ele reconcilia o homem consigo e concede a esses que foram perdoados e receberam nova vida o privilégio de fazer parte dessa obra.

9 elementos essenciais da missão – 1:Missão como Igreja com os outros

A igreja não é criadora ou objetivo da missão, mas instrumento dela. Dessa forma, a igreja é missionária em sua essência, pois o seu propósito é fazer parte da missão de Deus no mundo.

2 bons propósitos para 2020

Sempre temos muitos propósitos quando um novo ano se inicia. Alguns deles podem ser emagrecer, fazer exercícios físicos, economizar mais, crescer profissionalmente, viajar mais, passar mais tempo com a família, aprender uma língua e muitas outras coisas.

3 passos para uma noite especial: Passo 3 – Prepare uma pequena mensagem

A mensagem pode ser um breve testemunho de sua vida de fé ou uma breve explicação sobre o real significado do natal. Nesse momento você pode compartilhar que no natal é comemorado o nascimento de Jesus, quando Deus se fez homem para salvar a humanidade, e tudo isso para demonstrar o quanto Deus ama todas as pessoas.

#somosME

O Encontrão nasceu como um movimento e quer continuar assim. Para que isso aconteça, a sua participação é essencial. Entre com contato e faça a sua doação.

Newsletter

Assine e fique por dentro de tudo o que acontece no ME.

[egoi-simple-form id="213034"]

Siga-nos

e tenha atualizações regulares, em tempo real.