Para quê serve a igreja? – parte 2

Discípulos fiéis à missão

Participar da igreja não nos torna melhores do que outras pessoas, mas nos torna muito especiais. Por um lado, ser parte da igreja de Jesus Cristo significa reconhecermos que precisamos do perdão de Deus e do seu amparo para todas as áreas da vida. Por outro lado, ser parte da igreja de Jesus Cristo nos torna pessoas especiais neste mundo, pelo fato de sermos pessoas que o próprio Jesus chamou para caminhar com ele como discípulos que fazem discípulos.

Em cada novo momento da história, Deus chama os discípulos de Jesus para se perguntarem se estão sendo fiéis à missão que ele, Deus, nos confiou. Por isso, a igreja é algo dinâmico, em mudança, na constante busca pela fidelidade a Deus, lembrando que essa fidelidade é para ser vivida no contexto histórico no qual nos encontramos. Quando entendemos isso, percebemos que ser igreja é acolher as pessoas e ensiná-las a fazer parte do povo de Deus. E isso por um simples motivo: porque é justamente para isso que a igreja existe! A tarefa e a função da liderança de uma comunidade, bem como de todos os seus membros, é justamente se perguntar como ser fiel ao propósito de Deus para essa comunidade no momento histórico que ela vive. Vale lembrar: fazer discípulos não é apenas chamar pessoas à conversão e inseri-las no convívio comunitário, mas também ensiná-las a viver diariamente tudo o que Jesus nos ordenou. Mas, como nos tornamos discípulos de Jesus e como podemos cumprir essa tarefa?

Antes de qualquer coisa, precisamos NASCER para Deus. Uma pessoa nasce para Deus quando reconhece a autoridade de Jesus Cristo sobre sua vida (João 1.12). Uma pessoa só pode ser discípula de Jesus se reconhecer que ele tem autoridade sobre sua vida. Fé não se herda dos pais, pois fé é uma entrega a Jesus que estabelece um vínculo pessoal de fidelidade com o próprio Deus. Por vários motivos, Jesus tem direito a essa autoridade sobre sua vida: Pelo fato de ele ser o Filho de Deus; pelo fato de ele ter entregue sua vida em seu favor; pelo fato de toda autoridade lhe ter sido dada por Deus.

Depois de nascer para Deus, precisamos CRESCER em maturidade. Quando o evangelho nos alcança e, por meio do seu poder, nos torna discípulos de Jesus, o próprio evangelho nos possibilita um novo estilo de vida como testemunhas de Jesus (Atos 1.8). O Evangelho passa a ser o padrão pelo qual nos orientamos em todas as áreas da nossa vida e em favor das outras pessoas de forma concreta. Quando uma pessoa se torna discípulo de Jesus e se reorienta em sua vida, ela não o faz individualmente, mas em comunidade, sendo parte da igreja. Somos chamados para uma vida de comunhão no reino de Deus, ou seja, uma vida na presença de Deus.

Quando se cresce em maturidade logo se percebe que os discípulos de Jesus precisam se MULTIPLICAR: Quando nos tornamos discípulos de Jesus e o evangelho passa a reorientar nossa vida, isso influencia tudo o que fazemos e transborda a partir de nós para a vida de outras pessoas: família, vizinhos, colegas de trabalho, desconhecidos na rua, pessoas que se encontram em situações de sofrimento. Quando temos a experiência de algo que dá sentido à vida, surge em nós o desejo de que mais pessoas sejam discípulas de Jesus, para que tenham a mesma experiência.

Renato Raasch

Diretor da Faculdade de Teologia Evangélica em Curitiba 

sexta-feira, 14 junho 2019

Encontro de Lideranças

22 e 23 de junho, em Porto Alegre/RS

Encontro de Obreiros

24 a 27 de junho, em Florianópolis/SC

Mais do ME

Retornando para Madagascar

Retornando para Madagascar

“Quem sabe não foi justamente para uma ocasião como esta que você chegou à posição de rainha?” ‭‭Ester‬ ‭4:14‬

A família Basso voltou para Madagascar.
Nas últimas notícias eles falam sobre a fidelidade no chamado e como sentem-se em casa e felizes pelo retorno.
Também contam sobre a renovação do visto, reuniões, sua chegada na capital, após a passagem de um ciclone, a ajuda para entrega de alguns alimento para as vítimas atingidas, podendo anunciar as boas novas.
Havia a possibilidade de novo ciclone, mas que não foi para a capital, porém destruiu vilas ao Sul.

Clique aqui e leia a carta na íntegra, que está repleta de detalhes!!!

ler mais

Newsletter – 1º Trimestre 2022

Seguem notícias do 1º trimestre de 2022: Início de novas turmas no Programa Multiplique, novo projeto de plantação de igrejas em Parnaíba/PI e a Campanha de Ofertas 1 + 1 = Muitos.
Saiba mais!

Retornando para Madagascar

“Quem sabe não foi justamente para uma ocasião como esta que você chegou à posição de rainha?” ‭‭Ester‬ ‭4:14‬

A família Basso voltou para Madagascar.
Nas últimas notícias eles falam sobre a fidelidade no chamado e como sentem-se em casa e felizes pelo retorno.
Também contam sobre a renovação do visto, reuniões, sua chegada na capital, após a passagem de um ciclone, a ajuda para entrega de alguns alimento para as vítimas atingidas, podendo anunciar as boas novas.
Havia a possibilidade de novo ciclone, mas que não foi para a capital, porém destruiu vilas ao Sul.

Clique aqui e leia a carta na íntegra, que está repleta de detalhes!!!

Somente a Graça

Quando a mensagem dos reformadores começou a ecoar no norte do velho continente, homens e mulheres se viram desafiados a lançarem mão de suas estruturas societais como meios salvíficos para retornarem ao centro da simples e poderosa mensagem do Evangelho de Jesus Cristo – a salvação é concedida somente pela graça Divina, por meio da fé em Cristo.

Somente Cristo

A igreja tem a dádiva e a tarefa de zelar para que, em todos os tempos, o nome de Jesus Cristo continue sendo proclamado de como o único nome – somente Cristo – que tem o poder de redimir o mundo todo que “que está debaixo do poder do Maligno” (1 Jo 5.19).

Somente a Escritura

Assim como nossos pesos e medidas dependem de uma medida padrão, todo ensino na igreja precisa ser aferido na Sagrada Escritura. Todo sermão deve ser conferido pelo ensino da Bíblia. O que não está em sintonia com ela, não é palavra de Deus para nós.

Somente a Fé

Só quem experimentou o amor pode falar dele e vivê-lo. Por isso, confiar que Deus nos ama torna-nos testemunhas desse amor. Conhecer e experimentar o amor de Deus nos compromete a fazer o mesmo lá onde nossa vida acontece. Por isso o apóstolo escreve que “Somos embaixadores em nome de Cristo, como se Deus exortasse por meio de nós”.

A Missão Zero terá uma alteração importante na forma de trabalho. Multiplicamos! Contamos agora com uma equipe mais ampla de pessoas muito bem qualificadas no que fazem, e que viverão o ministério covocacionado também na secretaria da MZ. Saiba mais sobre esses Novos Rumos por meio do vídeo e do informativo que preparamos.

Educação na teologia missional

Nossa pedagogia tem frequentemente sido altamente racional; eu tenho conteúdo, o comunico a você; você memoriza, escreve em um papel em uma prova e aí está: boa educação. Bem, existem muitas pessoas que podem fazer isso e não se tornarem bons pastores. Eu acho que nós precisamos encontrar uma pedagogia que é mais orientada ao discipulado.

A Reforma Protestante e a Igreja Missional

Entender a Cristo como criador de todas as coisas, governante da história, sustentador de todas as coisas, reconciliador do mundo, o juiz final, o que será conhecido como Senhor de tudo e que já está reinando à direita de Deus – e que devemos submeter toda nossa vida ao Cristo que vive – esse é o Cristo que precisamos entender, conhecer, amar e servir.

Os ídolos dos nossos dias

É importante perceber que um ídolo é quando nós começamos a pegar algo bom da criação e orientamos nossas vidas em comunidade ao redor disso. Começamos a organizar todas as instituições e costumes das nossas vidas em torno desse ídolo, e então o ídolo, através de poder demoníaco e do que está em nossas cabeças, nos domina, nos agarra, nos escraviza e nos destrói.

A História que dá sentido a tudo

A Bíblia começa na criação e termina na nova criação. Ela mostra o significado da história do mundo, o propósito dessa história, e o objetivo disso. Nós encontramos isso revelado e centrado principalmente na pessoa de Jesus Cristo.

Igreja missional ou missionária?

Em Gênesis 12.2-3, a palavra “abençoar” tem um senso de “ser restaurado à humanidade plena”, onde o deleite e prosperidade do que significa ser humano é restaurado. Nós somos salvos do pecado e da miséria do mal. Quando somos abençoados, não é apenas para nosso bem, mas para abençoar outros.

Somente a Graça

Somente a Graça

Quando a mensagem dos reformadores começou a ecoar no norte do velho continente, homens e mulheres se viram desafiados a lançarem mão de suas estruturas societais como meios salvíficos para retornarem ao centro da simples e poderosa mensagem do Evangelho de Jesus Cristo – a salvação é concedida somente pela graça Divina, por meio da fé em Cristo.

ler mais

#somosME

O Encontrão nasceu como um movimento e quer continuar assim. Para que isso aconteça, a sua participação é essencial. Entre com contato e faça a sua doação.

Newsletter

Assine e fique por dentro de tudo o que acontece no ME.

[egoi-simple-form id="213034"]

Siga-nos

e tenha atualizações regulares, em tempo real.