Florianópolis

Santa Catarina
Veja mais

Contexto

Percebe-se a necessidade de uma comunidade cristã relevante para o público ainda não alcançado pelas comunidades cristãs já estabelecidas na região da Trindade, na ilha de Florianópolis, sentimo-nos chamados a plantar uma “igreja para os de fora” nesse contexto.

Sigolf Greuel

Sigolf Greuel

Meu nome é Sigolf Greuel. Nasci em 18 de janeiro de 1959, em Pomerode, SC. Fui alcançado pela graça de Deus no lar de meus pais. Sou casado com Leonir Luchtenberg Greuel, nascida em 07 de março de 1964, em Ituporanga, SC. Ela também foi alcançada pelo Evangelho na casa paterna. Leonir é psicóloga, graduada pela Universidade do Desenvolvimento do Alto Vale do Itajaí – UNIDAVI, em Rio do Sul, SC. Temos duas filhas: Pâmela (casada com Carlos) e Sharon (casada com André). Deus nos presenteou com três netas: Sofia, Sara e Lisa. Sou Pastor da Igreja Evangélica de Confissão Luterana no Brasil – IECLB.

Rúben Thiem

Rúben Thiem

Meu nome é Rúben Benjamim Thiem. Nasci em 1º de outubro de 1986 em Rio Negro, PR. Cristo chegou até mim através da minha família, muito envolvida na missão dentro das escolas da cidade, apresentando o evangelho através da música, da arte e de retiros. Sou casado com Priscila Huber Brunken Thiem, nascida em 27 de fevereiro de 1992 em Joaçaba, SC. Ela também teve sua família como meio pelo qual Deus a alcançou. Ela é pedagoga formada pela Universidade Federal do Paraná – UFPR, em Curitiba. Somos casados desde fevereiro de 2010. Temos duas crianças: Arthur (2014) e Raquel (2017).

Público Alvo

Desde o projeto original de plantação da Comunidade Encontro, determinou-se que seu objetivo seria alcançar os não-alcançados com o seguinte perfil:

  • Pessoas envolvidas em atividades na área da educação universitária, tecnologia, turismo, construção civil, direito, comércio, prestação de serviços e serviço público. Pessoas inseridas no mercado de trabalho e em busca de afirmação pessoal e profissional.
  • Pessoas influenciadas pela cultura e pelos paradigmas da pós-modernidade. Pessoas não frequentadoras de igrejas, avessas ao discurso religioso e a uma pertença religiosa institucional, mas abertas à experiência da espiritualidade.