A Bíblia afirma, sem deixar nenhuma dúvida, de que somente Jesus Cristo é a única pessoa que oferece salvação (At 4.11-12) e vida eterna (Jo 3.16) para a humanidade. Ela também destaca que é indispensável confessar com a boca que “Jesus é o Senhor e no seu coração crer que Deus ressuscitou Jesus” (Rm10.10).

Durante o período da Reforma, no século XVI, Martim Lutero escreveu: “Justo não é quem pratica muitas obras, mas quem, sem obra, muito crê em Cristo”. Mas quem é Jesus Cristo, que os cristãos confessam como Senhor e Salvador? Segundo o apóstolo Paulo, em sua carta aos colossenses, em Jesus Cristo “habita, corporalmente, toda a plenitude da Divindade” (Cl 2.9). A Confissão de Augsburg, uma importante confissão da fé evangélico-luterana de 1530, declara que Jesus Cristo é “verdadeiro Deus e verdadeiro homem, que verdadeiramente nasceu, padeceu, foi crucificado, morreu e foi sepultado (…) no terceiro dia ressurgiu verdadeiramente dos mortos, subiu ao céu e está sentado à destra de Deus” (Art. 3).

Lutero lembra também que o Senhor Jesus Cristo “vem até nós ou somos levados até ele” ali onde se apresentam os seguintes elementos: a pregação da Palavra de Deus, a administração dos sacramentos, o exercício da oração e o sofrer a cruz, entre outros. Onde estes elementos estão presentes, é possível visualizar a existência do povo cristão, a Igreja. Esta, por sua vez, tem a dádiva e a tarefa de zelar para que, em todos os tempos, o nome de Jesus Cristo continue sendo proclamado como o único nome – somente Cristo – que tem o poder de redimir o mundo todo que “que está debaixo do poder do Maligno” (1 Jo 5.19).

A existência e a missão da Igreja, no entanto, caem ou ficam em pé com a exclusividade salvífica de Jesus Cristo. Quando, na atualidade, a exclusividade de Cristo, como Senhor e Salvador, é relativizada, em prol de uma pretensa tolerância para o bom convívio entre as religiões, povos e culturas, então certamente a Igreja deixa de ser Corpo de Cristo e torna-se uma organização humanitária, que pode ser de boa aparência aos olhos humanos, mas não é mais Igreja Cristã. Que Deus conceda diariamente à Sua Igreja a força para crer, confessar e obedecer somente a Cristo!

Mário Francisco Tessmann

quarta-feira, 20 outubro 2021
Mais da MZ
Semana intensa entre os Bara

Semana intensa entre os Bara

Grandes coisas tem feito o Senhor entre o povo Bara. A semana foi intensa, mas muito gratificante, com muitas atividades e evangelismo.

ler mais

Missão em um Parágrafo – França

Leia as últimas notícias da Mission Jeepp, em Lyon/França e do casal de missionários, Mateus e Mariana.

Semana intensa entre os Bara

Grandes coisas tem feito o Senhor entre o povo Bara. A semana foi intensa, mas muito gratificante, com muitas atividades e evangelismo.

Missão em um Parágrafo – África

Em nossa ilha, na África, temos tido semanas de muitas interações interessantes, com o grupo de homens e com o trabalho da Rafaela, na escola.

Missão em um Parágrafo – Caminho

O ministério “Trilhando a Caminho” quer ser uma ponte que liga pessoas e as conecta, enquanto trilha os morros da capital gaúcha.

Missão em um Parágrafo – Iguatu

Nossa sociedade precisa de mais referenciais da glória e do caráter de Deus. Nossa missão, em Iguatu/CE, é amar, conectar e cuidar de pessoas, refletindo o caráter de Cristo.

Missão em um Parágrafo – Treze Tílias

Saiba mais sobre os pequenos grupos, do projeto de plantação de igrejas, em Treze Tílias/SC. É muito bom ver o mover de Deus!

Missão em um Parágrafo – Parnaíba

Saiba um pouco sobre os primeiros cinco meses deste novo projeto de plantação de igrejas em Parnaíba, Piauí.

Deus tem alcançado o povo Bara

Deus tem alcançado o povo Bara de diversas formas. Leia sobre as conversões que aconteceram através de um professor. Ore por esse ministério, pelos missionários e pelo povo Bara.

Newsletter – 1º Trimestre 2022

Seguem notícias do 1º trimestre de 2022: Início de novas turmas no Programa Multiplique, novo projeto de plantação de igrejas em Parnaíba/PI e a Campanha de Ofertas 1 + 1 = Muitos.
Saiba mais!

Retornando para Madagascar

“Quem sabe não foi justamente para uma ocasião como esta que você chegou à posição de rainha?” ‭‭Ester‬ ‭4:14‬

A família Basso voltou para Madagascar.
Nas últimas notícias eles falam sobre a fidelidade no chamado e como sentem-se em casa e felizes pelo retorno.
Também contam sobre a renovação do visto, reuniões, sua chegada na capital, após a passagem de um ciclone, a ajuda para entrega de alguns alimento para as vítimas atingidas, podendo anunciar as boas novas.
Havia a possibilidade de novo ciclone, mas que não foi para a capital, porém destruiu vilas ao Sul.

Clique aqui e leia a carta na íntegra, que está repleta de detalhes!!!

Somente a Graça

Quando a mensagem dos reformadores começou a ecoar no norte do velho continente, homens e mulheres se viram desafiados a lançarem mão de suas estruturas societais como meios salvíficos para retornarem ao centro da simples e poderosa mensagem do Evangelho de Jesus Cristo – a salvação é concedida somente pela graça Divina, por meio da fé em Cristo.

Somente a Escritura

Assim como nossos pesos e medidas dependem de uma medida padrão, todo ensino na igreja precisa ser aferido na Sagrada Escritura. Todo sermão deve ser conferido pelo ensino da Bíblia. O que não está em sintonia com ela, não é palavra de Deus para nós.

#somosME

O Encontrão nasceu como um movimento e quer continuar assim. Para que isso aconteça, a sua participação é essencial. Entre com contato e faça a sua doação.

Newsletter

Assine e fique por dentro de tudo o que acontece no ME.

[egoi-simple-form id="213034"]

Siga-nos

e tenha atualizações regulares, em tempo real.