O processo de crescimento e aprendizado dos discípulos de Cristo parece simples, mas não é o que acontece na maioria das comunidades cristãs de tradição protestante histórica. A maioria dessas comunidades está tão ocupada com sua própria manutenção que esquece de ser igreja de Jesus Cristo. Muitas reuniões de presbitério giram mais em torno do próprio umbigo da comunidade do que motivadas pela pergunta sobre o que Deus quer realizar através dessa comunidade. Precisamos lembrar que a principal função de um presbitério e das pessoas que já são discípulas de Jesus é se questionar sobre como podem gerar novos discípulos de Jesus, como podem estabelecer um sistema de discipulado para auxiliar no processo de maturidade dos discípulos de Jesus e como alcançar os de fora da igreja. Dito de forma mais clara, a função de cada membro da comunidade de discípulos de Jesus é se perguntar: “Como estou agindo como discípulo de Jesus a partir da missão que Deus quer realizar por meio da igreja?”

Quando uma comunidade se ocupa com essas perguntas, ela se torna uma igreja relevante para Deus. Enquanto uma comunidade se ocupa apenas com seus próprios interesses de manutenção, ela está em contradição com sua essência, propósito e vocação. Por isso, as pessoas que lideram a igreja, sejam elas ordenadas ao ministério ou não, precisam se perguntar constantemente por sua vocação e função na igreja. Assim, a principal pergunta dos líderes da igreja, principalmente dos ordenados ao ministério, para os membros da igreja precisa ser: “Como eu posso ajudar você a se tornar instrumento da missão de Deus no mundo através da sua vida?”.

Infelizmente, a maioria dos membros da igreja esperam do ministro ordenado apenas visitas sociais para tomar café e falar sobre os problemas e alegrias da vida, e infelizmente a maioria dos ministros ordenados está mais ocupada na manutenção da comunidade do que na organização de um planejamento missionário a partir da perspectiva de Deus para a igreja. Dessa maneira, em vez de serem discípulos que fazem novos discípulos, a maioria dos membros da igreja são apenas “assistidos“ e entretidos religiosamente com cultos e programações sem sentido algum para aquilo que o próprio Deus quer da igreja. Por isso, nosso desafio constante como igreja é parar de olhar para os interesses de pessoas e passar a perceber como o próprio Deus vê a igreja. Essa mudança de perspectiva é fundamental para cumprirmos nossa vocação como igreja de Jesus Cristo.

A teologia missional justamente nos quer ajudar a resgatar o sentido fundamental de ser igreja. Quando uma comunidade de discípulos de Jesus redescobre sua vocação essencial através do Evangelho, o Espírito Santo os capacita a viver a missão de Deus. Com esse projeto de comunidade o próprio Deus tem um compromisso.

Renato Raasch

Por Missão Zero

quarta-feira, 21 outubro 2020
Mais da MZ

Missão em um Parágrafo – Iguatu

Nossa sociedade precisa de mais referenciais da glória e do caráter de Deus. Nossa missão, em Iguatu/CE, é amar, conectar e cuidar de pessoas, refletindo o caráter de Cristo.

ler mais

Missão em um Parágrafo – Caminho

O ministério “Trilhando a Caminho” quer ser uma ponte que liga pessoas e as conecta, enquanto trilha os morros da capital gaúcha.

Missão em um Parágrafo – Iguatu

Nossa sociedade precisa de mais referenciais da glória e do caráter de Deus. Nossa missão, em Iguatu/CE, é amar, conectar e cuidar de pessoas, refletindo o caráter de Cristo.

Missão em um Parágrafo – Treze Tílias

Saiba mais sobre os pequenos grupos, do projeto de plantação de igrejas, em Treze Tílias/SC. É muito bom ver o mover de Deus!

Missão em um Parágrafo – Parnaíba

Saiba um pouco sobre os primeiros cinco meses deste novo projeto de plantação de igrejas em Parnaíba, Piauí.

Deus tem alcançado o povo Bara

Deus tem alcançado o povo Bara de diversas formas. Leia sobre as conversões que aconteceram através de um professor. Ore por esse ministério, pelos missionários e pelo povo Bara.

Newsletter – 1º Trimestre 2022

Seguem notícias do 1º trimestre de 2022: Início de novas turmas no Programa Multiplique, novo projeto de plantação de igrejas em Parnaíba/PI e a Campanha de Ofertas 1 + 1 = Muitos.
Saiba mais!

Retornando para Madagascar

“Quem sabe não foi justamente para uma ocasião como esta que você chegou à posição de rainha?” ‭‭Ester‬ ‭4:14‬

A família Basso voltou para Madagascar.
Nas últimas notícias eles falam sobre a fidelidade no chamado e como sentem-se em casa e felizes pelo retorno.
Também contam sobre a renovação do visto, reuniões, sua chegada na capital, após a passagem de um ciclone, a ajuda para entrega de alguns alimento para as vítimas atingidas, podendo anunciar as boas novas.
Havia a possibilidade de novo ciclone, mas que não foi para a capital, porém destruiu vilas ao Sul.

Clique aqui e leia a carta na íntegra, que está repleta de detalhes!!!

Somente a Graça

Quando a mensagem dos reformadores começou a ecoar no norte do velho continente, homens e mulheres se viram desafiados a lançarem mão de suas estruturas societais como meios salvíficos para retornarem ao centro da simples e poderosa mensagem do Evangelho de Jesus Cristo – a salvação é concedida somente pela graça Divina, por meio da fé em Cristo.

Somente Cristo

A igreja tem a dádiva e a tarefa de zelar para que, em todos os tempos, o nome de Jesus Cristo continue sendo proclamado de como o único nome – somente Cristo – que tem o poder de redimir o mundo todo que “que está debaixo do poder do Maligno” (1 Jo 5.19).

Somente a Escritura

Assim como nossos pesos e medidas dependem de uma medida padrão, todo ensino na igreja precisa ser aferido na Sagrada Escritura. Todo sermão deve ser conferido pelo ensino da Bíblia. O que não está em sintonia com ela, não é palavra de Deus para nós.

Somente a Fé

Só quem experimentou o amor pode falar dele e vivê-lo. Por isso, confiar que Deus nos ama torna-nos testemunhas desse amor. Conhecer e experimentar o amor de Deus nos compromete a fazer o mesmo lá onde nossa vida acontece. Por isso o apóstolo escreve que “Somos embaixadores em nome de Cristo, como se Deus exortasse por meio de nós”.

A Missão Zero terá uma alteração importante na forma de trabalho. Multiplicamos! Contamos agora com uma equipe mais ampla de pessoas muito bem qualificadas no que fazem, e que viverão o ministério covocacionado também na secretaria da MZ. Saiba mais sobre esses Novos Rumos por meio do vídeo e do informativo que preparamos.

#somosME

O Encontrão nasceu como um movimento e quer continuar assim. Para que isso aconteça, a sua participação é essencial. Entre com contato e faça a sua doação.

Newsletter

Assine e fique por dentro de tudo o que acontece no ME.

[egoi-simple-form id="213034"]

Siga-nos

e tenha atualizações regulares, em tempo real.